HOJE EU QUERO VOLTAR SOZINHO

O curta Eu Não Quero Voltar Sozinho (2010) de Daniel Ribeiro foi alvo de uma confusão no Acre.Selecionado para fazer parte do programa Cine Educação e portanto ser exibido nas escolas públicas, o filme foi censurado por sua temática gay. Sorte de Daniel. Sorte de todos nós! Por conta da atitude preconceituosa o curta rapidamente se espalhou como viral na rede e não havia quem assistisse e não se encantasse pela história delicada de amor entre dois adolescentes em plena descoberta da sexualidade: Leonardo, deficiente visual, e Gabriel. Com a notícia meses após o boom na internet de que a história poderia ser contada em um longa, todos os fãs angariados neste período torceram e muito para que fosse verdade. E era! O filme com o título Hoje Eu Quero Voltar Sozinho é o desdobramento do roteiro em longa. Na verdade Ribeiro disse que havia escrito um longa metragem,mas antes espertamente decidiu por explorar melhor o roteiro e possibilidades experimentando o formato curta. Não poderia ter acertado mais. O longa foi ganhador de dois prêmios no Festival de Berlim, de crítica e o Teddy Bear, voltado para a temática LGBT. A estréia no Brasil foi um estouro e hoje ( 6 de maio de 2014) a distribuidora Vitrine anunciou em seu facebook que havia feito mais de 150mil espectadores. Um fenomeno!

Eu poderia focar este texto em alguns problemas de roteiro apresentado pelo filme, acredito que o curta é melhor resolvido em termos narrativos, entretanto prefiro focar em outros aspectos. Eu só havia visto filme ser aplaudido no final em Mostras, pois em Hoje Eu Quero Voltar Sozinho eu vi a sessão vir a baixo em uma das cenas finais. Já tinha lido relato de outros amigos no facebook sobre o mesmo comportamento. A sala estava repleta de casais…héteros!

O filme de Ribeiro saiu do nicho específico LGBT e atingiu um público amplo, sensível e aberto para um romance adolescente construído de maneira bela e delicada pelo diretor e também roteirista. Leonardo precisa enfrentar o fato de ser deficiente visual num mundo onde é minoria, é afirmar sua identidade em casa, na escola, na rua, tarefa árdua para qualquer adolescente já construir uma identidade, imagine ter de afirmar uma? Ele nunca beijou ninguém, tampouco parece ter se apaixonado por outra pessoa, até conhecer Gabriel, menino novo que se muda para sua escola e rapidamente entra para seu ciclo mais íntimo de amizade, constituído basicamente por Giovanna, sua melhor amiga. Ele nunca beijou ninguém, ele nunca viu um homem, uma mulher, entretanto acaba se apaixonando pelo garoto novo. O longa vai construindo esta descoberta do adolescente, de sua sexualidade, de sua identidade, de sua independencia, a relação super protetora dos pais, o bullying sofrido na escola. Um filme adolescente…

…um filme adolescente que eu gostaria de ter tido a oportunidade de ver quando estava nesta fase. Ser adolescente já é confuso, descobrir que sua sexualidade não se encaixa nos padrões heteronormativos da sociedade é um pouco mais, garanto. Pela primeira vez no cinema nacional, um jovem gay pode se identificar com o que vê na tela. Não é pouco. Se enxergar no outro, se sentir representado é importante para formação, Hoje Eu Quero Voltar Sozinho permite isto. E como disse, ele é muito mais, não só os gays se identificam, todos que assistem se comovem com a história, a ponto de aplaudirem quando Leonardo age de maneira contundente e esperta para lutar contra o preconceito ( tanto por sua sexualidade quanto por ser deficiente visual) que sofre ao longo do filme.

O longa de Daniel Ribeiro,me permito dizer, é um filme necessário para filmografia brasileira. Que desta porta aberta, saiam muitos mais!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s